28 de setembro de 2009

Me dá espaço mas não me abandones nunca .

video


Não me condenes
Quando eu falo o que penso
Porque o silêncio não é de ouro
Eu coloco no papel
Porque isto tudo é parte de mim
Minhas palavras podem perturbar
Mas pelo menos há uma reação
Algumas vezes eu quero matar
Algumas vezes eu quero morrer
Algumas vezes eu quero destruir
Algumas vezes eu quero chorar
Algumas vezes eu posso superar
Algumas vezes eu posso desistir
Algumas vezes eu posso dar
Algumas vezes eu nunca me importo
É apenas por pouco tempo
Espero que me entendas
Eu não queria que isso acontecesse
Me escondo em meu mundo
Mas não me condenes
Quando eu falo o que penso
Como eu posso alguma vez te satisfazer
Como eu posso fazer-te enxergar?
Que lá dentro somos todos alguém
Porque eu não sou a única
Não me aplaudas
E não idolatres
Eu disse o que quis e nunca fingi
Eu sei que não me queres ouvir chorar
E eu sei que não me queres ouvir negar
Como tantas outras fazem
apenas com a intenção de agradar
Eu espero que me compreendas
Me dá espaço mas não me abandones nunca :)

olhos_de_anjo_73
Carla Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário